Regresso a casa

chego a casa pouco já passa das 4, estou cansado, exausto depois de mais "uma noite encantada para o resto da vida".

apesar de tudo aQuilo qUe dE negativo o regResso a casa tem assOciado, como deixár=T até á proxima vez, dEspedir-me de ti e ver-te entrar no predio como Se mE arrankasses o coração do peito, devo confessar que prefiro o regresso a casa que o oposto. A ida é seMpre feita a ritmo aPressado, atRasados para o começo do concErto, do filme, do teatro, Pela auto-estrada circulandO a uma velocidade cRuzeiro de 2500€ de coima e o radio que berra a 50 como se Pactuasse com a infracção, mal tEnho tempo de paRa olhar para ti, passo de caixa "in a heartbeat" como se o shift da mudanças queimasse, mal Tenho tempo de segurar a tua mãO, tu confias em mim, mesmo quando parece que vamos demasiado depressa ou quando perigosamente nos aproximamos do carro da frente, sabes que não deixo que nada de aconteça, tanto que vão alternando as alturas em que tens o cinto, com as que o tiras para te aninhar em mim.

em contra.partida, o regresso é sempre feito pela via panoramica, a mais longa, com vista pró mar, de...vagar ou de...ferry, com som ambiente a 25, e 20 Quilometros hora abaixo do limite de velocidade para o desespero de todos aqUeles que nos sEguem apRessados, mas nós não temOs pressa, estamos a voltar para casa, para -Te deixar, E quanto mais Tempo demorArmos até lá melhor, teNtamos adiar o mais que podemos a tua parTida com esperança de que chegue O dia esta venha a desaparecer.

no banco de tras do carro, tudo dorme, cada um para o seu lado e o sacrificado do lugar do meio, encostado para o lado daquele que parecer mais fofinho, paramos na 24 de julho para uma visita de médico ao saloio ás 3 da manhã, atestarmo-nos de caldo verde quentinho que tras aos corpos moribundos as forças que estes vão precisar para os quilometros que faltam até cada um ser deixado em casa.

eventualmente chegamos, ainda não foi hoje que não tivemos de dizer "até amanhã amor", e sais, desde ai que vou trocando de co-piloto á medida que chego a casa de cada um e o proximo salta para o banco da frente, mas mais ninguem segura na minha mão e entrelaça os dedos nos meus, mais ninguem me sussura ao ouvido o quanto me adora, mais ninguem pousa a cabeça no meu ombro e sinto a tua falta ao meu lado e acelero para chegar mais depressa, estacionar á porta, subir os degraus de 3 em 3 e correr para o telefone para te avisar que cheguei, e que tudo correu bem no regresso a casa.
Free counter and web stats