Não te levava pó espaço!

Até me sinto mal por deixar passar tantos dias sem actualizar o blog, e até nem é por não ter tema, tenho uns quantos em "stock" prontos a serem postos no papel o que tem faltado eh disposição ou inspiração para os materializar... até hoje. ;)

"Não te levava pó espaço!" tem sido a constatação mais vezes feita quando analiso a olho clinico a personalidade dos meus amigos, conhecidos, e já agora de todos os outros. Tentei ver quantas das pessoas que eu conheço são de facto dignos embaixadores da raça humana, passo a explicar:

Imaginemos que eu ia fazer um pic.nic pá Serra da Arrábida e perdido no meio do arvoredo, encontra enterrada, escondida de toda a gente... a Enterprise! Ali, esquecida, deixada ao abandono uma nave espacial auto-suficiente, pronta a descolar rumo ao "outter space" a Warp 9 e com uma capacidade para 1012 tripulantes, e é aqui que reside o problema, nos 1012 tripulantes.

Era facílimo atestar a Entreprise com 1012 amigos e amigas minhas e seguir rumo ao espaço sideral numa feriazitas interestrelares, amigos não me faltam, mas até que ponto é que todos estes meus amigos são dignos representantes da especie humana!? Quantos deles tem personalidades que eu admiro, valores morais bem definidos, inteligentes, compreensivos, tolerantes, altruístas, não desejam o mal a ninguém, não são invejosos ou vingativos, enfim... é difícil enumerar todas as qualidades que deviam ter ou defeitos que não podiam ter.

Toda a gente tem defeitos, toda a gente tem qualidades, mas até que ponto são defeitos compatíveis com a vivência numa nave espacial e qualidades que fizessem dele uma mais valia no espaço? Arranjar tripulação tem sido mais difícil que aquilo que eu imaginava, depressa percebi que não levava todos os meus amigos, pouco depois percebi que nem sequer levava todos os meus melhores amigos, finalmente dei conta que poucas são as pessoas que efectivamente tinha lugar na minha nave.

O BB, a minha primeira escolha, foi o nome que veio imediatamente ao de cima, é um puto porreiro, dá-se bem com toda a gente, ninguém tem nada a apontar.lhe, é um bocado teimoso, mas isso ñ é bem defeito, é? É muito inteligente, sociável, tolerante, compreensivo... resumindo, não consigo encontrar nada que não goste no BB, acho-o o digno representante da raça humana a espécies extraterrestre.

O Horza, cada vez que penso nele, penso num mar sem ondas, não consigo apontar-lhe nenhuma qualidade que seja super evidente, bem como nenhum defeito que o torne insuportável. Dito isto não sei porque é que o devia levar pó espaço, mas é um bom amigo, alguém com quem se pode contar, responsável, um velho de 50 anos num corpo de 24 (que mais parece ter mesmo 50)que nos tenta incutir juízo, sonhador, ligeiramente desajustado e penso que por isso mesmo um pouco introvertido, mas sem duvida... gente boa!

O Johnny, empenhado, trabalhador, honesto! Pode ter o pior trabalho do mundo, mas preocupa-se em faze-lo o melhor que sabe, sempre disposto a aprender qualquer coisa mesmo que não lhe diga necessariamente respeito ou seja responsabilidade sua, e acho que essa é a pedra basilar da inteligência, o querer saber sempre mais, e assim sendo o Johnny é muito inteligente.

A Pips, a única miúda que consegui eleger para tripular a minha nave, vive a vida dela pouco se importando com o que terceiros acham, faz o que quer da maneira que entende sem nunca prejudicar ou melindrar ninguém, e dando pouca importância a gente mesquinha que resolve opinar sobre a vida dela... Muito inteligente, racional, lógica. Pouco tolerante, é certo, mas sobretudo quando confrontada com estupidez.

Até vos consigo dizer outros hipotéticos tripulantes, o Pombo, o Carapeto, a Sue, a Xuga, ou o Fatty... todos eles amigos meus que acho que também merecem ter um lugar na Enterprise pelas pessoas que são.

Depois por outro lado tenho grandes amigos meus,que na minha opinião e apesar de gostar deles tenho consciência que tem defeitos que eram incompatíveis para com uma vivência 24x7 dentro duma nave limitada por 42 convés. Entre eles alguns dos meus melhores amigos como o CoLT que é ambicioso, mas em demasia, ambição essa que faz com que não se preocupe com aquilo que faz ou os caminhos que escolhe para chegar onde quer. O Muckey, que tem umas prioridades muito peculiares na vida e que geralmente tem como alvo o sexo oposto. O Sousa que é mentiroso e em quem simplesmente ñ se pode confiar, ou o Diogo que é um tipo porreiro, mas fútil.

Optei por deixar de fora todas as raparigas que agora ou em dada altura gostei, algumas tinha garantidamente lugar na minha nave pelas pessoas que são, mas se calhar com todas elas a bordo... era eu que tinha de ficar na Terra :
Em suma, não tem de ser exemplares perfeitos, se fosse esse o objectivo acaba por voltar a enterrar a nave na Serra da Arrábida por falta de tripulação, ninguém é perfeito, mas podemos ser a melhor pessoa que conseguimos, mesmo com todos os nossos defeitos anexados, não se pode pedir mais a quem dá o melhor de si, ou neste caso, aqueles que tentam ser a melhor pessoa que conseguem.

... E eu, o que é que eu trazia de novo á nave? Qual era a qualidades que me fazia merecer um lugar no meio daqueles que admirava perguntam vc's! Well, se calhar nada, mas fui eu que a encontrei ñ fui?! :P
Free counter and web stats