Digo o que penso, faço o que digo!

De tempos a tempos acho que o melhor que tinha feito, tinha sido mesmo acabar com o blog na data que tinha inicialmente estipulado, ou seja, quando ele fez um ano. Está agora prestes a fazer dois e a pouca frequencia com que cá venho escrever diz-me que tinha razão, este segundo ano de blog é incomparável ao primeiro, no entanto, disse muito daquilo que tinha ficado por dizer, coisas que acho importante terem sido ditas, e como tál acho que este 2º ano de blog vale por isso mesmo, por um punhado de posts que considero os melhores que já escrevi, entre eles, o E um bocado de mim morreu como ele, o Mamas e tatuagens, piercings e bebedeiras o Eternamente Tu ou o Para a minha amiga Mariana entre outros tantos inspirados/dirigidos à Andreia como o Fácil de entender, enfim, rebentos meus dos quais me orgulho de ter escrito e que não teriam visto a luz do dia se o blog tivesse terminado quando era suposto.

O post que se segue, há-de ser outro daquele que mais tarde me vou orgulhar, não pela maneira como o vou escrever, aviso-vos desde já que pouco ou nada me vou preocupar com a escolha das palavras ou tentar escreve-lo da maneira mais harmoniosa que sei, caguei! Vou dizer o que tem de ser dito, da maneira que me é característica, ou seja, vou dizer o que penso sobre vocês, e como olhos nos olhos não faz o vosso género, deixo escrito aqui no blog para vocês virem a saber sem terem de o ouvir sair da minha boca, aqui fica, "gentinha" pela qual não tenho a mais pequena consideração e á qual acho que só o facto de perder o meu tempo para escrever sobre vós no meu respeitável blog, devia ser para vocês motivo de grande orgulho, adiante.

Vou começar com a Tânia, também conhecida pela "minha amiga Mariana" para os mais distraídos, a minha ex-namorada que se existir de facto um Deus no céu e justiça na Terra, está por esta altura morta a apodrecer numa vala qualquer, infelizmente, o mundo não é tão justo como eu queria crer, e nunca fui muito de acreditar em Deus. Como tal está viva e de saúde de regresso de um encontro do PuntoPt, lol, há gente sem a mínima noção de ridículo não há? O PuntoPT é uma comunidade de donos de Fiat Puntos que trocam ideias num fórum e ocasionalmente se juntam num qualquer ponto do país, hoje juntaram-se em Fátima, e a minha ex-namorada, que enquanto namorada foi comigo no meu Punto a estes encontros agora achou por bem ir por si só no seu Audi, sim claro, tudo a ver.

Até faço de advogado do Diabo e digo, sim está bem, mas ela com os anos de convivência ficou a dar-se bem com estes ou aqueles tipos e agora no encontro foi reve-los, de facto, ficou, dá-se bem com o Fruter e a Sandra, que moram em Sintra e com o Bruno e a Susana, que moram em Loures... ela vai para Fátima estar com eles, sim porque sabe Deus a distancia a que Loures e Sintra ficam da Margem Sul do Tejo... Fátima fica muito mais em conta. E agora o que eu acho piada, a Tânia vive convencida que toda a gente gosta muitoooo dela, o que é verdade, gostam todos muitoooo da Tânia, e vão gostar mais no dia em que ela se deitar e abrir as pernas para eles, (assim tipo aqueles que te metem ao barulho pa me riscar da passagem d'ano, já explico) porque não te iludas, todo o cinismo e simpatia que vês pelo PuntoPt sempre que resolves dar um ar da tua graça, são uma cambada de tipos que esperam pelo dia em que te levam pá cama. E depois brincam contigo a dizer que a frente do teu carro é igual á parte de trás... ha ha ha ... é tudo tão giro, e foda não? É claro que a Tânia se vai meter na boca do lobo, e é a única miúda a ir sozinha para o encontro, enquanto todas as outras, como miúdas respeitáveis que são, acompanham os namorados, a Tânia vai sozinha pó meio dos gajos dos carros que mandam piadinhas na net, pavonear-se para fomentar aquilo que alguém decente evita. E eu estranho isto, mas nem devia, porque vendo bem as coisas, até combina bem com o teu ar de galdéria... ia dizer "puta", mas podem haver crianças a ler isto.

E agora a parte deprimente, isto é tudo aquilo que a Tânia sabe fazer, porque é tão merdosa que nem amigos tem, ou tinha, foi preciso eu aparecer na vida dela para ela ter um grupo de amigos a que chamar dela, que nem era dela mas meu, mas ela é demasiado limitada para perceber isso. Para perceber seja o que for, limitada é pouco para alguém cuja única musica que tinha no computador era a que eu lhe passava, porque nem sequer tinha gosto próprio, e chegava ao ridículo de me mandar mensagens para o telemóvel que diziam "estou a ouvir Jack Johnson e já não sei se é porque gosto se é porque tu gostas". Mas calma, estamos a falar da miúda que criou um blog depois de eu criar o meu e de acabar com ele quando este fez um ano, depois de o meu ter acabado quando completou 1 ano, coincidências!? I think not! Dizia que a minha avó era a que ela queria ter, a sua confidente passou a ser a minha mãe, a sua melhor amiga a minha tia, os meus amigos os que ela queria, as musicas que eu gostava, as que ela ouvia e os meus filmes preferidos passaram a ser os predilectos dela, vái ter ao cinema com o meu grupo d'amigos, ao ponto de achar que tem o direito ou lugar de vir pá passagem d'ano connosco, ela que nos seus 25 anos de sua vida nunca passou a passagem d'ano sem ser em casa... e agora, vai de Audi pós encontros do Clube Fiat Punto. Wannabee alert anyone? Miudinha, tip of advice for free, arranja uma vida e um grupinho amigos para ti, e pára de tentar viver a minha, e te dár com os meus. Parece impossivel, mas já acabei contigo á quase 2 anos, e ainda tenho de te aturar mais ás tuas novelas e intrigas, e que tal ires apanhar uma doença e morreres, e desapareceres duma vez por todas hein?

Não sei se deva rir ou chorar da tua existência miserável, e agora assim de repente lembro-me da noite em que A MINHA MÃE me veio dizer que sabia que eu tinha ido pá cama com uma miúda qualquer, porque tu lhe tinhas contado, isto 3 meses depois de nós termos acabado... quando claro está que a minha vida sexual ainda te dizia respeito, quanto mais para ires partilhar com ela, aquilo que não diz respeito a ninguém, nem a ti... muito menos a ela. E como amor com amor se paga, se calhar é boa altura para eu partilhar com toda a gente a vidinha atarefada que o Thomas Crown ai de casa andava a levar nos últimos 3 anos, justo não achas?

E agora o Martins Junior, que catalogo do grupo da anterior, e que ao que parece levou muito a peito eu dizer que na minha opinião a probabilidade de encontrares aos 15 anos a pessoa com quem vais passar o resto da vida, muitíssimo baixa, dai achar que namoros que começam cedo, como o dele, tinha uma baixa probabilidade de dar em casamento.

Parece que o Junior foi dizer ao Diogo que se calhar bom bom, era eu não ir pá passagem d'ano pa ele não ter de me aturar mais a minha frontalidade que ele parece ter dificuldade em digerir, e o Diogo achou que se calhar era mais facil despachar-me metendo o nome da Tânia ao baralho uma vez que eu fui claro que não ia co-habitar a mesma casa, por meros 4 ou 5 dias que fosse, agora se era para o Junior ir mais a sua querida, se para ir a Tânia e o Diogo tentar fazê-la abrir as pernas pa ele, já não sei, e verdade seja dita estou a anos-luz d'isso bem como da vossa eterna mania de chafurdar na pocilga uns dos outros, como se não houvesse mais miudas no planeta, whatever. Segundo consta, sim, porque tenho pouca practica nisto dos mexericos e bisbilhotices, já se estava a organizar uma paassagem d'ano paralela á que se estava efectivamente a combinar, na qual nem eu nem aqueles que se dão bem comigo, estavamos incluidos, tudo para eu não ir. Pois é, a minha frontalidade que tanto parece incomodar-te tinha dado um jeitão e metido muito menos gente ao barulho, e muita intriga a menos, tivesses tu, homenzinho que és, ou devias ser, chegado ao pé de toda a gente e ter dito, se o "Risques for eu ñ vou", tal como eu fui peremptório da minha posição relativamente á suposta ida da Tania, se calhar tambem aqui devias olhar mais para mim como um exemplo a seguir.

Agora á parte que eu acho piada, incomodava-te, ou não gostavas, ou achavas mal, ou whatever... like I cared... de eu me achar superior a toda a gente, pois bem, a minha opinião vale daquilo que vale, e sou livre de me achar superior a quem bem entender, e tu, tal como na passagem d'ano, tens duas hipoteses, ou ignoras e pensas para ti "o tipo eh parvo, e não faz ideia doke tá a falar", ou ficas efectivamente incomodado pela minha maneira de pensar, e se ficas, se calhar... é porque até tenho rzão. Concluindo e em suma, fica por perto, e pode ser que aprendas algumas coisas e quem sabe um dia, com um bom bocado de sorte á mistura, possas vir a ser metade da pessoa que eu sou ;)

E voilá, roupa suja lavanda e estendida, da maneira que a vocês mais vos agrada, por entrelinhas e recadinhos, e agora posso cinicamente continuar a tentar imitar o papel de alguém que efectivamente fica contente por vos ver quando nos cruzamos na rua. Beijinhos *
Free counter and web stats