O pior mês do ano.

Acredito que não deva ter sido fácil, mas Fevereiro consegui-o, e dois estudos independentes (eu e o BB) concluiram-no, Fevereiro é o pior mês do ano! Mesmo com o handicap de ter menos dias que o resto dos meses, Fevereiro consegue juntar no poucos dias que tem, as duas datas (ou serão épocas?) mais estúpidas do ano, o Dia dos Namorados e o Carnaval, brilhante.

A minha opinião sobre o Carnaval está devidamente documentada aqui e aqui no entanto em todo o tempo de existência deste blog, nunca partilhei convosco a minha opinião sobre o dia dos namorados, mas tá na altura de alterarmos isso.

Longe vão os tempos em que eu achava o dia dos namorados fixe! Por essa altura andava nos meus últimos anos de preparatório e era no dia dos namorados que esperávamos impacientes que a auxiliar do bloco onde estávamos a ter aulas entrasse pela porta como que o Pai Natal, carregando ás costas um saco atolhado de cartas. Era fixe, 75% das cartas que recebíamos eram escritas a gozar uns com os outros, 20% eram cartas que escrevíamos para nós mesmos para toda a gente pensar que tínhamos uma porrada de miúdas atrás de nós (vc's também faziam isso... ñ faziam? :\ ) 4% eram admiradoras secretas que mais tarde vínhamos a descobrir ser a miúda mais horrível da escola, e o 1% que falta eram genuínas cartas de amor cujas autoras nunca chegávamos a descobrir e secretamente desejávamos que fosse a boazona do 9ºB, bons tempos!

Depois foi o secundário, e as cenas tornavam-se mais sérias embora as percentagens se mantivessem, e era tudo muito divertido. Lembro-me que foi no dia dos namorados do meu 10º ano que ofereci um ramo de rosas a uma miúda do 12º que nem conhecia, só porque a vi uma vez no "poli" com uma camisola de gola alta laranja e achei a miúda mais gira que alguma vez tinha visto. Então, nesse ano a auxiliar do B1 levou um ramo de flores junto com as cartas do resto da turma. Depois o namorado dela quis-me bater, e isso também foi divertido :P ... passado uns tempos ela acabou com ele para andar comigo, acho que esse foi o meu primeiro namoro propriamente dito, durou 8 meses.

Claro que isso foi na remota época de 1996, e ainda ñ se tinham inventado os telemóveis, os sms, e-mails nem o messenger (até o Irc dava os primeiros passos), e como tal, uma carta no dia dos namorados era o maneira ideal para uma aproximação, numa altura em que nem nós (nem elas btw) éramos perspicazes o suficiente para perceber que a melhor abordagem não passava por cartas escritas em folhas quadriculadas com os casos notáveis decalcados da folha anterior, arrancada á força do caderno de matemática. Hoje é tudo diferente, na época "SMS/MSN B.C." está tudo facilitado para a criançada e o dia dos namorados (tal como as lutas de pacotes de leite no intervalo das 10:15) morreu vitima de complicações evolutivas.

Agora o Dia dos namorados é só um plano maquiavélico posto em pratica pelo pequeno comercio para combater a crise. As flores em geral sofrem duma inflação de 200% e as Rosas em particular a rondar uns 500%, as lojas vestem-se de vermelho e seja por que montra passe, tenho de gramar com um coração de peluche com braços(??)pendurado por uma ventosa com um "I Love You" estampado, ou por lingerie vermelha de gosto duvidoso a roçar o ordinareco vestida no busto serrado dum manequim da colecção do ano passado.

Não, sério. Se o dia dos namorados é um dia especial para qualquer casal, é porque algo está mal com esse mesmo casal visto ser preciso uma data marcada no calendário e toda a loja por onde se passe a nos lembrar do dia para se comprar, fazer, ou levar alguma coisa especial pelo nosso "significant other" é sinal que algo de muito errado se passa com essa relação e deviam sentar-se e pensar os dois o que falta para o dia dos namorados ser "any given sunday".

Para lá de uma época estúpida, acho muito pouco inteligente da parte do pequeno comercio, uma vez que seria muito mais rentável um dia dos ex-namorados, visto que (supostamente) só se tem uma namorada de cada vez, e no entanto, têm-se uma porrada de ex's. Alias, não só era muito mais rentável como vinha por um fim a todos aqueles namoros estúpidos de 1 mês, uma vez que isso significava uma prenda na data para o resto da vida, aposto que a partir de então todas as relações seriam muito mais ponderadas antes de assumidas.

P.S. - Tenho 3 "cartas d'amor" cuja remetente nunca cheguei a descobrir, boazona do 9º B, se eras tu, telefona-me!
Free counter and web stats