There goes the neighborhood

Há dias para tudo, ou como o Chef do South Park diz, "há uma altura na vida para tudo, chama-se universidade", mas o que eu quero dizer é que há um dia mundial de toda a estupidez que se conseguem lembrar, o Dia Internacional da Tolerancia, como se todos fossemos ser tolerantes nesse dia, ou o dia Mundial da Industrialização em Africa, Dia Mundial da Televisão, Dia Internacional dos Voluntarios ... enfim, outras tantas centenas de dias que não têm qualquer utilidade.

Á bem pouco tempo celebrou-se o dia mundial do vizinho, e para assinalar a data até os telejornais fizeram uma reportagem é como cada vez mais o "homem é um ilha" e pouco ou nada sabe sobre com quem vive paredes meias.

Pois bem, eu moro num predio com 12 andares e 4 apartamentos por andar, e eis aquilo que eu sei sobre os meus vizinhos. Sei que os novos inquilinos do 1º A, são dois tipos novos e com colunas gigantescas, e sei isso pk eles gostam de ouvir D'ZRT a um altura que faz o chão da minha sala tremer, sem que a casa deles ñ deve ter muitas mobilias porque a musica entoa de tal maneira que sempre que eles resolvem ouvir qualquer coisa, ouvimos todos, oiço eu, e ouve o meu vizinho de cima, e o de cima dele, e assim sucessivamente até ao 7ª andar.

Sei que os meu vizinhos do lado têm um relogio de cucu pregado á parede do quarto da Inês e que de 30 em 30 minutos a informa que já passou meia hora desde que ela ouvio o raio do cuco pela ultima vez, mesmo quando ela está a tentar dormir. Sei que os meus vizinho de baixo têm um bebé que chora todas as noites normalmente entre ás 4 e ás 6 da manhã. Sei que o meu vizinho de cima não gosta muito da disposição da casa dele, mas só se apercebe disso ás 3 da manhã, e então levanta-se e resolve mudar a disposição dos moveis todos. Sei que a minha vizinha do 3ªB está sempre com imensa pressa, pressa tanta que não a deixam esperar 10 segundos seja por quem for que esteja a entrar no prédio de modo a partilharem o elevador, ou então é só mal criada.

Sei que a minha vizinha do 9º A confia imenso nos meus dotes de condutor, visto que me tranca o carro de tal maneira que são preciso 50 manobras para o conseguir tirar. Sei que a minha vizinha do 7º D, e isto é uma citação, "não gasta gasolina a endireitar o carro no estacionamento", é facil saber qual é o carro dela, é aquele que está sempre torto e a ocupar dois lugares. Sei que o vizinho do 12º andar trabalha por turnos e que o carro dele precisa dum motor d'arranque e uma bateria, e sei isto porque ele precisa de uns bons 10 minutos para o conseguir por a trabalhr sempre que sái para o trabalho ás 6 da manhã, semana sim, semana não.

Sei que ninguem está contente com os apartementos que têm, porque estão constantemente a tentar melhora-los, e não há dia que passe em que eu não oiço um berbequim, ou o martelar numa parede, é um misterio como é que 23 anos mais tarde, esta estrutura que por esta altura mais se assemalha a um queijo suiço ainda não veio abaixo. Enfim, ainda sei umas coisas sobre os meus vizinhos e depois daquilo que sei, não tenho vontade de de saber muito mais.
Free counter and web stats