Sim, porque o Algarve é uma ervilha!

Não sei que estranho fenómeno ocorre assim que passamos o Alentejo e entramos no Algarve, mas o que é certo é que ele ocorre. Assim que se entra no Algarve essa passa a ser a nossa localização para o resto do mundo, é indiferente se estamos em Sagres ou em Vila Real de Santo António ou qualquer outra localidade entre as duas, estamos no Algarve e isso sobrepõe-se a tudo o resto.

Se eu estiver em casa e alguém me telefonar e perguntar onde é que eu estou, eu digo que estou no Barreiro, se estiver no Porto, digo que estou no Porto e assim adiante com todas as outras cidades e terriolas deste pais, com excepção do Algarve. Se alguém me telefonar e eu estiver em Albufeira ou em Armação de Pêra, não estou nem em Albufeira, nem em Armação de Pêra, estou no Algarve, e isso muda tudo!

Quando chego ao Algarve, telefono a outros amigos meus de ferias, que tambem ñ estão em Portimão, ou em Lagos ou wherever ... estão, tal como eu, no Algarve, e como tal achamos sempre que devíamos aproveitar que estamos todos no Algarve para nos encontrarmos, e então combino com o Paulo, que está em Albufeira, e lá vou eu de Armação para Albufeira, quando lá chego, combinamos ir ter com a Vânia a Faro, depois telefona-mos á Sonia que por acaso também está no Algarve, mais especificamente em Portimão, e lá vamos nós, sempre sem sair do Algarve, para Portimão, depois vamos ter com a Teresa e os amigos dela a Lagos... sempre sem sair do Algarve.

Quando a noite acaba, e Sonia volta para casa em Portimão, damos um salto até ao clube em Vilamoura, deixar a Vânia em Faro, o Paulo em Albufeira e ao parar o carro na garagem de volta a Armação, reparo que metade do deposito do meu carro foi á vida! Como é que isto é possível, como posso eu ter feito uns 300km's se nem sai do Algarve?

Pois é... eu acho que é a quantidade de rotundas que nos deixa confusos. Se um amigo meu de Coimbra me disser que vem a Lisboa, eu pergunto "para que parte de Lisboa?" e se ele calha a responder "Cascais" ou "Sintra" eu digo que isso fica no fim do mundo e que logo nos vimos quando eu for a Coimbra, porque ir a Cascais ou Coimbra é quase ela por ela, mas no Algarve nahhhh, o Algarve é tudo ali pertinho, e é preciso eu fazer 100km's de Via do Infante para pensar para mim "porra, devo ter passado a saída ou ter-me perdido algures pelo caminho, porque devo estar quase em Espanha", mas não, ainda vou prái a meio-Algarve porque aquilo é efectivamente grandito, e aquela sensação de que para baixo é água, logo não há muito por onde fugir é muito enganadora.

Outra variante deste fenómeno é os conhecidos, ou se tem família no Algarve, tem-se obrigatoriamente de se conhecer TODAS as outras famílias do Algarve, porque a ideia geral é que aquilo é sensivelmente do tamanho de Mértola! Não é! É enorme, e é comprido e tem 5000km2, e 400.000 pessoas de Outubro a Julho e 12 milhões o resto do ano. Sim... porque o Algarve é uma ervilha!
Free counter and web stats