So tired of overthinking

Já alguma vez ouviram uma musica num filme que vieram a adorar, e deixam de saber se gostam da musica pela musica, ou se gostam da musica porque vos remete pó filme que adoram?

Acontece-me o mesmo com nomes, não sei se gosto dos nomes pelos nomes, ou porque me fazem lembrar alguém que eu gosto. Acontece-me isso com o teu, teimo em dizer que é o meu preferido e não sei se é dele que eu gosto, ou de ti. Mentalizei-me que há-de ser o nome que hei-de dar a minha filha, mas acho que não é com o teu nome a correr pela casa e a brincar ás bonecas que sou capaz de te esquecer.

Passa-se o mesmo com ela. Não sei se gosto dela por ela, ou se gosto dela por ti. Tem o teu nome, a tua cor de cabelo, o teu ar descontraído. Ás vezes penso se não conseguia ser feliz com ela imaginando que o era contigo. Abraça-la, fechar os olhos, chama-la pelo teu nome e sonhar que és tu. Quem sabe sonhando que chegue, ela não se transforma em ti e sou feliz contigo, mesmo estando com ela. Por certo ama-la-ia mais fingindo seres tu, que a ela só por ela. Se calhar nem gosto dela, mas gosto tanto de ti que não consigo não gostar dela, pelo tanto que ela tem de ti. Podia dormir ao lado dela, e acordar ao teu lado outra vez, mas não consigo trai-la contigo, porque era trair-te com ela, ainda que sejas as duas, sempre que estamos os dois.
Free counter and web stats