Súplica

Agora que o silêncio é um mar sem ondas,
E que nele posso navegar sem rumo,
Não respondas
Às urgentes perguntas
Que te fiz.
Deixa-me ser feliz
Assim,
Já tão longe de ti como de mim.

Perde-se a vida a desejá-la tanto.
Só soubemos sofrer, enquanto
O nosso amor
Durou.
Mas o tempo passou,
Há calmaria...
Não perturbes a paz que me foi dada.
Ouvir de novo a tua voz seria
Matar a sede com água salgada


Miguel Torga

The Curious Case of Woody Allen

"In my next life I want to live my life backwards. You start out dead and get that out of the way. Then you wake up in an old people's home feeling better every day. You get kicked out for being too healthy, go collect your pension, and then when you start work, you get a gold watch and a party on your first day. You work for 40 years until you're young enough to enjoy your retirement. You party, drink alcohol, and are generally promiscuous, then you are ready for high school. You then go to primary school, you become a kid, you play. You have no responsibilities, you become a baby until you are born. And then you spend your last 9 months floating in luxurious spa-like conditions with central heating and room service on tap, larger quarters every day and then Voila! You finish off as an orgasm!"

"You must know...

... surely, you must know it was all for you. You are too generous to trifle with me. I believe you spoke with my aunt last night, and it has taught me to hope as I'd scarcely allowed myself before. If your feelings are still what they were last April, tell me so at once. My affections and wishes have not changed, but one word from you will silence me forever. If, however, your feelings have changed, I will have to tell you: you have bewitched me, body and soul, and I love, I love, I love you. I never wish to be parted from you from this day on."

Michael meet Vonda, Vonda, this is Michael.



... I have a feeling you guys arew going to get along great! (;

Back in B-Town

"When you first arrive in a new city, nothing makes sense. Everythings unknown, virgin... After you've lived here, walked these streets, you'll know them inside out. You'll know these people. Once you've lived here, crossed this street 10, 20, 1000 times... it'll belong to you because you've lived there. That was about to happen to me, but I didn't know it yet."

"Our deepest fear ...

... is not that we are inadequate. Our deepest fear is that we are powerful beyond measure. It is our light, not our darkness that most frightens us. We ask ourselves, Who am I to be brilliant, gorgeous, talented, fabulous? Actually, who are you not to be? You are a child of God. Your playing small does not serve the world. There is nothing enlightened about shrinking so that other people won't feel insecure around you. We are all meant to shine, as children do. We were born to make manifest the glory of God that is within us. It's not just in some of us; it's in everyone. And as we let our own light shine, we unconsciously give other people permission to do the same. As we are liberated from our own fear, our presence automatically liberates others.”

Marianne Williamson

Know Her By Heart...



There's a secret path I follow
To a place no one can find
Where I meet my perfect someone
I've kept hidden in my mind
Where my heart makes my decisions
'Till my dream becomes a vision
And the love I feel
Makes her real someday

'Cause I know she's out there somewhere
Just beyond my reach
Though I've never really touched her
Or ever heard her speak
Though we've never been together
We've never been apart
No we've never met
Haven't found her yet
But I know her by heart

Am I living in an illusion?
Wanting something I can't see
If I compromise, I'd be living lies
Pretending love's not meant to be
'Cause I know my heart's worth saving
And I know that she'll be waiting
So I'll hold on and I'll stay strong 'till then

'Cause I know she's out there somewhere
Just beyond my reach
Though I've never really touched her
Or ever heard her speak
Though we've never been together
We've never been apart

No we've never met
Haven't found her yet
But I know her by heart
No we've never met
Haven't found her yet
But I know her by heart...

Vonda Shepard

My Expiration Date

O meu visto de permanência nos Estados Unidos acabou de expirar à meia-noite. Achei que pela altura que começasse a escrever, arranjaria uma maneira de explicar o que tenho para vos dizer, e foi o melhor que consegui arranjar. O meu visto acabou de expirar.

Pode não parecer importante, mas é, não o prazo do visto em si, mas o que isso significa, como uma etapa que acaba, ou um ciclo que se fecha, o ter de voltar para a vida que tinha antes de tudo isto acontecer, é isso que custa, é isso que faz com que seja importante, o significado por detrás de tudo isso.

Todo o tempo em que tive em Washington, não conseguia deixar de pensar em casa, em voltar, nos amigos, na família, só queria voltar, mas depois de voltar as coisas não correram exactamente como eu tinha planeado. Depressa demais aquilo de que passei a ter saudades foi do que ficou para trás. O sentimento de culpa por ter sabotado o meu tempo lá com saudades de cá, e agora cá, só penso em voltar para o que deixei para trás.

Tenho uma vida privilegiada, passo o ano em Lisboa e os verões na casa do Algarve. Na Páscoa vamos para a neve no sul de Espanha, para Andorra, ou para a Suíça. Mais vezes que aquelas que devia, meto-me num avião e vou ter como Kiko a Londres, nem que seja só para passar o fim-de-semana e irmos sair para o West End, a porta aberta da casa dos primos de Paris e dos de Bruxelas, um fim-de-semana em Barcelona só porque a passagem custa menos que um bilhete de cinema. É assim a minha vida cá, em Portugal, na Europa, e é extraordinária, a única coisa que lhe falta para ser perfeita, é a vida que desapareceu com o visto que acabou de expirar.

Até podem dizer que é um exemplo clássico de querermos sempre aquilo que não temos, que a relva é sempre mais verde do lado de lá da cerca, mas não é, é provavelmente um exemplo clássico sim, mas de querermos sempre mais que aquilo que temos, não obstante de quão bom é aquilo que temos. Esta é a minha vida, e não vai a lado nenhum. Nasci em Portugal, hei-de ser Português até ao fim dos meus dias, foi aqui que nasci, foi aqui que cresci, há-de sempre ser aqui que está a minha família e os meus amigos, hei-de ter sempre uma razão para voltar, mesmo que seja só pelo Natal, ou duas semanas no Verão.

Agora, quero aquilo que eu não tenho, a metade do mundo que falta, a metade que eu tive e perdi. Quero-a outra vez, e mais que a querer outra vez, quero-a de vez, quero que volte para ficar como parte da vida que hei-de ter. Quero que os meus filhos tenham um pai Português e uma mãe Americana, quero que passem o ano nos Estados Unidos, na escola, no secundário, na faculdade, que se juntem a uma fraternidade ou irmandade, e que passem o verão em Portugal e a passear pela Europa, tal como o pai fazia, que tenham eles a vida que eu tenho agora, dar-lhes também o melhor dos dois mundo. Quero que falem Inglês com a mãe e Português com o pai. Quero as praias do Algarver, e um carro com um V8 estacionado na driveway, quero o Benfica a pagá-las em Alvalade aos Domingos, e a noite de terça-feira num Sports bar com amigos, a ver os Colts vingarem-se do Saints mergulhados num balde de asas de galinha.

Não me interpretem mal, não quero com isto dizer que o lado de lá do mundo é muito melhor que o de cá, garanto-vos que não é, mas este, quer eu queira quer não, e quero-o muito, quer eu goste quer não, e gosto muito, há-de estar sempre aqui para mim. É fácil contentarmo-nos com o que temos e dar graças pela sorte da vida que vivemos, quando não sabemos quanto da vida nos está a passar ao lado, aquilo que estamos a perder, mas agora eu sei, e esta é uma daquelas portas que depois de aberta não dá para fechar. Há um mundo inteiro, meio mundo do lado de lá do mar, e mesmo meio mundo, é grande demais para ignorar, para não ligar. Como é que se perde meio mundo?

Está a ficar tarde, devia-me ir deitar, tenho amanhã cedo uma entrevista na Embaixada, não quero chegar atrasado, tenho meio mundo à minha espera.
Free counter and web stats